domingo, 4 de dezembro de 2011

Taxistas de Maceió terão comunicação direta com o Ciods


Anatel vai liberar frequência para a comunicação entre polícia e taxistas

Taxistas buscam reforço na segurança através de convênio

Pelo menos 1.600 taxistas devem ser diretamente beneficiados, em Maceió, com a assinatura de um convênio entre a Secretaria Estadual de Defesa Social (SDS), o sindicato e as 16 empresas que oferecem o serviço na capital. Para entrar em vigor, a Secretaria aguarda uma resposta da Anatel – Agência Nacional de Telecomunicações – sobre a liberação de uma frequência de rádio para comunicação entre a Polícia e os taxistas, a medida visa principalmente reduzir os índices de violência contra a categoria.


O Cel José Edmilson Cavalcante disse que a Secretaria de Defesa Social já enviou um ofício para a Anatel e está à espera de uma resposta sobre o tipo de freqüência que deve ser utilizado. “Nosso objetivo é criar um serviço, mas sem infringir a lei. Por isso estamos aguardando um posicionamento da Anatel para poder firmar a parceria, depois disso o termo de convênio, que já foi elaborado, será enviado para a Procuradoria Geral do Estado”, afirmou.


Ainda de acordo com o Cel Edmilson a polícia não estará prestando um serviço particular para os taxistas. “A proposta foi uma iniciativa do sindicato que procurou a Secretaria de Defesa Social e nosso objetivo é fazer uma parceria de colaboração mútua. Os taxistas poderão informar a polícia, por exemplo, se encontrarem um veículo roubado circulando pelas ruas, além, claro, de poder avisar sobre qualquer problema que ocorram com eles”, declarou.

Segundo o Ubiracy Correia, presidente do Sindicato dos taxistas, Maceió possui mais de 3 mil táxis e esses profissionais são vítimas frequentes de assaltos. Correia explica que os casos podem ser evitados com uma ação mais imediata da polícia. “Há registros constantes de assaltos a taxistas e roubos de veículos. Os trabalhadores são vulneráveis”, disse Ubiracy.

De acordo com o líder da categoria, a expectativa do sindicato é que o convênio seja firmado ainda em dezembro. As negociações e a tramitação dessa medida já vêm sendo discutidas com a Secretaria a alguns meses. “Estamos conversando com o Coronel Edmilson e com as empresas e as negociações estão avançando. O convênio deve ser assinado neste mês de dezembro”, comentou.

Com a liberação da frequência, os veículos das empresas de táxi terão um rádio com comunicação direta com o Ciods - Centro Integrado de Operações da Defesa Social - que receberá a informação da ocorrência no momento em que ela acontece. Um serviço semelhante já é prestado em Recife e em outras capitais brasileiras. Em Alagoas, a parceria será pioneira.

01/12/2011 08:58A-

Marigleide Moura
Filipe Araújo

Fonte: primeiraedicao.com.br
 .