domingo, 3 de novembro de 2013

Taxistas interditam Avenida em Cruz das Almas após acidente

Falta de sinalização teria feito com que três colisões ocorressem em dois dias


Taxistas protestam contra obras em Avenida em Cruz das Almas após acidentes (Foto: Katherine Coutinho)

Taxistas fecharam a principal via de Cruz das Almas na noite desta sexta-feira (01) em protesto contra a Construção de uma base de concreto no meio da avenida que, por causa da falta de sinalização no local, teria causado três acidentes em apenas dois dias.

Yuri Madysson foi um dos motoristas que sofreram prejuízo após bater no novo obstáculo. “Eu estava vindo com um passageiro no carro e acabei batendo na nova construção por que não há sinalização e à noite é impossível ver a nova obra. Quando eu estava parado alguns metros à frente trocando o pneu danificado, outro companheiro de trabalho bateu no mesmo lugar”, explicou o taxista.

Segundo os taxistas, um motociclista teria passado pelo mesmo problema na noite da quinta-feira. Após os acidentes, os motoristas pegaram cones das obras do novo shopping e os colocaram na frente do obstáculo, para evitar novas colisões. Na manifestação, eles cobravam, além da sinalização, o ressarcimento do prejuízo causado pelo novo obstáculo.

“Vamos acionar o nosso setor jurídico para saber quais são os nossos direitos nesse caso. Vamos procurar os responsáveis e cobrar providências, porque além do prejuízo material, perdemos um dia de trabalho em virtude do acidente. Agora, alguns colegas estão evitando pegar passageiros nessa região para não precisarem passar por aqui”, afirmou o presidente da Associação dos Taxistas de Alagoas, Paulo Sérgio dos Santos.


A via foi liberada pouco tempo após o início da manifestação, após um acordo feito entre a categoria e os agentes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). No entanto, os manifestantes avisaram que, caso nada seja resolvido, um novo protesto será realizado no dia da inauguração do shopping.

01/11/2013 23h40

Katherine Coutinho

Fonte:

.