terça-feira, 3 de setembro de 2013

TEXTO A FAVOR DA HEREDITARIEDADE APROVADO NA COMISSÃO DA MP 615 NA TARDE DESTA TERÇA






SENADOR GIM ( CENTRO DA FOTO)

Aprovado na comissão da MP 615 o texto que garante a transferência da autorização em caso de morte do taxista.

Ainda terá que passar nas duas casas do Congresso e depois irá a sansão presidencial.

Acredito que dessa vez não haverá veto, pois a redação foi embasada num parecer juridico e acordada com o Advogado Geral da União, responsável pelo documento que diz a Presidenta o que deve ou não ser aprovado. Foi feito um trabalho de se perguntar se caso o texto seja aprovado no congresso ( Câmara e senado) se a presidencia poderia aprova-lo também, e a resposta foi positiva.

Além do senador Gim Argello, os deputados Edson Santos - RJ e Osmar Serraglio- PR, conversaram com a AGU - Advocacia Geral da União.



DEPUTADO FEDERAL EDSON SANTOS

"Não se pode querer licitar os táxis como fazem com empresas de ônibus ..."

                                  Disse: Deputado Edson Santos em discurso na comissão da MP 615

O deputado Carioca, Edson Santos, discursou em favor dos taxistas na comissão mista que analisava o relatório da medida provisória.

Para que se entenda, incluir um artigo no relatório de uma medida provisória pelo relator, é a última chance de se colocar uma "emenda" no texto do projeto de lei, tendo em vista que os prazos para isto estão extrapolados.

Vale destacar a atuação do deputado que se comprometeu com o Severino Lima, presidente do CRT- RJ que iria conversar com o Advogado da União e fez.

Hoje pela manhã, encontrei o deputado no aeroporto e falei sobre a reunião e ele compareceu.

/

TAXISTA MÁRCIO PÓVOA DE GOIÁS E CÍCERO DO SINDICATO DE FORTALEZA 

Quero tranquiliza los, estou muito bem acompanhado dos companheiros Edmilson Sarlo (Americano), Dr. Edson de Curitiba, Márcio Póvoa de Goiás ( e mais um grupo que veio com ele), Edivaldo do Espirito Santo, Alexandre, Cícero de Fortaleza e Mariazinha de Brasília. Sem contar com o apoio de vários parlamentares, como o senador GIM que colocou sua assessora para nos apoiar.


03/09/2013


Fonte:

Taxinforme