segunda-feira, 25 de março de 2013

Superintendente da SMTT recebe Sintáxi e apresenta proposta para coibir transporte clandestino



A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) realizou um levantamento das áreas onde se concentra o maior número de motoristas clandestinos de Maceió. Com esses dados, o órgão, em parceria com o Ministério Público, Força Nacional e Polícia Militar, desenvolverá ações para acabar com essa prática na cidade.

De acordo com o superintendente da SMTT, Tácio Melo da Silveira, quatro pontos já foram identificados como as localidades mais críticas de Maceió. A Rua das Árvores, o Shopping Pátio Maceió, o bairro da Chã da Jaqueira e ruas do Complexo Benedito Bentes são os locais onde mais se verifica a atuação de motoristas clandestinos.

Na manhã desta segunda-feira (25), Tácio recebeu o presidente do Sindicato dos Taxistas de Alagoas (Sintáxi), Ubiracy Correia, para apresentar as ações a serem desenvolvidas para coibir o transporte clandestino em Maceió. No encontro, o sindicalista expôs reivindicações da categoria e o superintendente mostrou como o órgão pode ajudar a solucionar as demandas dos taxistas.

“Vamos trabalhar não para diminuir, mas sim acabar com o transporte clandestino em Maceió. Com o mapeamento de algumas áreas, já temos ideia dos locais que merecem uma maior atenção. O encontro com o representante do Sindicato foi interessante e nós repassamos para eles como estamos trabalhando para resolver esse problema”, disse o superintendente da SMTT.

O presidente do Sintáxi avaliou como positiva a reunião com Tácio Melo da Silveira. “Esse plano de ação parece muito bom. O fato de ter sido elaborado por técnicos, que são pessoas que estão vendo de perto os problemas, é um fator muito importante. Estamos satisfeitos com essas medidas que serão tomadas”, colocou Correia.

Representantes da Associação dos profissionais de táxi de Maceió (Asprotam) também estiveram na sede da SMTT, na manhã desta segunda-feira. Em uma reunião com Zenildo Calheiros, diretor de operações do órgão, eles foram informados sobre as medidas tomadas pela SMTT para resolver o problema sobre a circulação dos transportadores clandestinos em Maceió.

SECOM/Maceió