terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Taxistas de Maceió clamam por segurança

Após assassinato de colega na sexta, categoria cobra adoção de medidas a secretário

Em reunião com entidades que representam taxistas em Alagoas, ontem à tarde, a cúpula da Segurança Pública anunciou que vai adotar um serviço diferenciado para garantir a proteção da categoria. O encontro foi marcado entre as partes após o assassinato do motorista de táxi Gilmarcos de Carvalho Silva, na última sexta-feira, no bairro do Clima Bom, em Maceió. Foi a primeira morte violenta de taxista este ano. De acordo com o sindicato, ano passado foram sete assassinatos.

O secretário de Segurança Pública de Alagoas, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, comandou a reunião com a presença, inclusive, do delegado-geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, do comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Domingos Lima Júnior, e de representantes das entidades.

De acordo com Gaspar, uma das estratégias que vai ajudar a polícia a dar mais segurança aos taxistas é a implantação da radiocomunicação digital, que deve acontecer nos próximos dias. Por meio desse serviço, a comunicação entre as instituições que formam a segurança pública de Alagoas ficará ainda mais estreita, e será possível, segundo o secretário, tomar uma decisão mais célere diante de uma demanda nas ruas.

“Montaremos uma estratégia para contemplar todos os taxistas que atuam no Estado. A Secretaria de Segurança Pública está disposta a ter um serviço específico a essa categoria e manter as abordagens intensificadas em táxis e ônibus nas inúmeras blitze que fazemos nas principais vias. O resultado desse trabalho nos coletivos já são positivos e, ano passado, tivemos redução significativa dos assaltos a esses veículos”, informou o secretário.

Ele completou que não é intenção do Estado voltar com o chamado ‘Botão do Pânico’, instalado em dezenas de táxis. O dispositivo, quando acionado, dava um alerta à polícia de que aquele carro estava sendo alvo de bandidos. “É um serviço que privilegiava alguns, e o nosso objetivo é contemplar todos”, garantiu Gaspar.

POLÍCIA

MACEIÓ, TERÇA-FEIRA     

EDIÇÃO DE 23 DE FEVEREIRO DE 2016

THIAGO GOMES – REPÓRTER

Fonte:
.