quinta-feira, 10 de julho de 2014

Presidente do Sintaxi é preso por desacato durante protesto



O protesto de um grupo de taxistas na rodovia BR -136, no município de Satuba, terminou com a prisão do presidente do Sindicato dos Taxistas e mais três membros por desacato à autoridade, na manhã desta quinta-feira (10). Ubiraci Correia acompanhava as atividades do grupo quando foi recolhido por equipe da Polícia Militar e conduzido à Central de Flagrantes, no bairro do Pinheiro, em Maceió.

A retirada do grupo do local ocorreu após a chegada das equipes do  Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).  Os taxistas bloquearam os dois sentidos da rodovia BR 31 reivindicam o posicionamento da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) em retirar os passageiros dos veículos durante a fiscalização. Em entrevista ao CadaMinuto no começo do protesto, Correia afirmou que a Arsal não tem poder legal para exigir a retirada dos passageiros em casos de fiscalização.

 “A Lei não prevê a retirada dos passageiros. É ilegal. É esta a reivindicação da categoria. Esta medida causa constrangimento ao passageiro, que fica na rua. Nós não estamos contra a fiscalização da Arsal, mas sim aos excessos”, ressaltou ele.

Ao Cada Minuto, o diretor especial de Transporte da Arsal, Fábio Calheiros explicou que, embora os veículos não possam ser apreendidos, a decisão judicial não impede o órgão em dar continuidade à fiscalização, o que inclui o transbordo de passageiros e de outras medidas padrão.

“A Arsal possui o aval da justiça para coibir o transporte irregular, fazer a redenção do veículo e o transbordo de passageiros. Após esse procedimento, nós liberamos o veículo”, afirmou.

Ubiraci Correia destacou que ainda que outros movimentos poderão ocorrer. “Enquanto o governador não tomar uma posição, nós vamos reivindicar. A via pode ser liberada agora, mas depois será marcado outro e outro”, finalizou.

Postado em 10/07/2014 às 09:59

Atualizada às 11h40.

Foto: Cortesia

Por Karine Amorim

Fonte:
.