domingo, 12 de janeiro de 2014

Polícia Militar prendeu dois homens acusados de assaltar taxista

A Polícia Militar prendeu dois homens, um na zona rural de Atalaia e outro em Viçosa, acusados de roubar um táxi e fazer o motorista do veículo, ainda desaparecido, de refém. Um terceiro assaltante ainda não foi encontrado pelos militares.

Segundo o tenente Caetano, o primeiro homem, identificado apenas como “Sombra”, foi preso no povoado de Ouricuri, na zona rural de Atalaia. Ele estava ferido por um disparo na nuca. O assaltante contou aos militares que o disparo foi realizado por um de seus colegas. Apesar do ferimento em uma dos assaltantes, o tenente Caetano garantiu que não houve troca de tiros entre a polícia e os bandidos.

“Ele me contou que tomaram um táxi na parte alta de Maceió para fazer uma corrida até São Miguel dos Campos, e anunciaram o assalto na Ladeira do Catolé, em Satuba. No caminho, resolveram ir para Capela, e fugiram por uma rota dentro em um canavial. Eles alegam que nessa fuga o carro teria quebrado, e que teriam liberado o taxista, mas esse cidadão ainda não apareceu, então desconfiamos que ele pode ter sido executado”, disse o militar.

Além do criminoso identificado como Sombra, a polícia prendeu outro assaltante, que a polícia não soube informar o nome. Desta vez a prisão aconteceu em Viçosa. O criminoso também confessou ter participado do assalto ao taxista e confirmou que a vítima foi liberada em um canavial.

Os dois presos foram levados para a delegacia de Capela, onde estão sendo autuados. Os militares ainda seguem na busca pelo terceiro participante do assalto e tentam localizar o motorista do taxi e o carro em canaviais da região.

12/01/2014 10h40

Erik Maia

Fonte: