quinta-feira, 5 de junho de 2014

Protesto de taxistas que fazem lotação fecha via de Bebedouro por 1h30


Motoristas cobram legalização do transporte; vias foram liberadas após diálogo com a PM

Taxistas fecham cruzamento em Bebedouro (Foto: Pollyanne Costa)


Cerca de 50 taxistas que fazem transporte lotação em Maceió bloquearam o trânsito no cruzamento das Rua Marquês de Abrantes e Benedicto Silva, na manhã desta quinta-feira (5), em protesto contra apreensões feitas pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). O protesto durou 1h30.

Após negociação com a Polícia Militar (PM), a categoria liberou as vias e se dirigiu ao órgão de trânsito municipal. Eles querem, também, a legalização do transporte junto à Superintendência.

De acordo com o presidente do Sindicato dos Taxistas de Alagoas (Sintaxi/AL), Ubiraci Correia, três carros já foram apreendidos pela SMTT, sob o argumento de que o sistema de lotação é irregular e vai de encontro à Legislação Municipal.

Para o sindicalista, está havendo perseguição. “Os táxis lotação rodam livremente nos estados de Sergipe, Minas Gerais e Rio de Janeiro, e aqui, a situação é esta. Os mototaxistas trafegam livremente e os gestores têm que ver o nosso lado”, argumentou Ubiraci.

Após horas de manifesto, os taxistas desobstruíram as vias após negociar com a assessoria militar da Prefeitura de Maceió e seguiram em direção à SMTT, onde se reuniriam com o superintendente Tácio Melo. Segundo o tenente Fonseca, a categoria deve compreender que a atividade é ilegal. “Conseguimos conversar com os taxistas e o cruzamento foi liberado. Eles devem dialogar com a Superintendência”, disse o militar.

Mesmo com a liberação, todos os veículos parados no protesto foram multados por agentes da SMTT. Ainda foram acionados ao manifesto militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e Radiopatrulha (RP).

05/06/2014 10h17 1 comentário

Pollyanne Costa e Jobison Barros

Fonte:


 .