sábado, 9 de julho de 2011

DETRAN e Judiciário firmam convênio em Alagoas

A parceria vai agilizar bloqueio de veículos e outros processos via Renajud


Lúcio de Melo, do Detran, expõe vantagens do convênio ao corregedor-geral James Magalhães

Bloqueios judiciais de veículos e outros processos serão agilizados e terão mais segurança em Alagoas. Um convênio entre o Detran-AL e o Poder Judiciário Estadual permitirá que todos os juízes do Estado possam introduzir as informações do Departamento Nacional de Trânsito em Alagoas (Detran-AL) no sistema do Judiciário. Este foi o principal resultado da reunião entre o diretor-presidente do Detran-AL, Lúcio de Melo e o corregedor-geral de Justiça de Alagoas, desembargador James Magalhães de Medeiros.

Foi discutido o provimento nº 5/2011, que estabelece a utilização obrigatória e exclusiva, pelos magistrados, do sistema de interação eletrônica de informações referentes ao Sistema Judicial de Veículos Automotores (Renajud).

A reunião foi pautada pelo aprimoramento do convênio para ativação de novos serviços em web, como: a efetivação do sistema Renajud às bases estaduais, interligando ainda mais os órgãos subsequentes ao Detran-AL e ao Poder Judiciário. Isto trará celeridade na prestação dos serviços jurisdicionais.

Esse acordo possibilitará aos magistrados e servidores do Judiciário devidamente cadastrados operarem via web, na suspensão de CNHs, registros de veículos e demais consultas aos sistemas do Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas, hoje, restrito às informações do Renajud.

 O convênio será assinado após à publicação de um ofício circular e decorridos os  prazos estabelecidos pela Corregedoria-Geral de Justiça

08/07/2011 14:59

Fotos: Ascom CGJ-AL
 .