quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Taxistas vão acionar a Justiça contra chegada de Uber em Maceió

Taxistas de Maceió devem se reunir até esta sexta (7) para definir quais medidas serão tomadas pela categoria com a chegada do Uber em Maceió. O aplicativo começa a funcionar nesta quinta (6), mesmo com a Lei Municipal nº 6552, de 2016, que proíbe o funcionamento do aplicativo na Capital.

O presidente do Sindicato dos Taxistas (Sintáxi) de Alagoas, Ubiraci Correia, disse ao TNH1 que a categoria vai acionar a Justiça para que se cumpra a lei municipal. “Tudo já está sendo preparado para ser enviado às autoridades. Vamos nos reunir e, se houver reação da categoria, vamos protestar contra esse tipo de serviço, que consideramos clandestino”, explicou.

Segundo Ubiraci, os órgãos competentes serão cobrados para fiscalizar e impedir que os carros da empresa circulem. “Nos sentimos prejudicados. É uma concorrência desleal para quem trabalha pagando taxas e tem obrigação com o poder público. Eles fazem o mesmo serviço, mas sem fiscalização”.

A categoria, de acordo com o presidente, tem respaldo na lei federal 12.468, de 2011, que determina que o transporte remunerado individual de passageiros é de exclusividade dos taxistas, com a atividade regulamentada pelo município.

por Redação TNH1

06/10/2016 - 10:50 - Atualizado em 06/10/2016 - 11:46

Fonte:
.