segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Motoristas da Uber serão multados por transporte irregular de passageiros

SMTT alega que não fará "caçada" aos motoristas, mas penalidades serão aplicadas

A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) de Maceió vai aplicar multas aos condutores do Uber por transporte irregular de passageiros, já que uma lei municipal proíbe o serviço na capital alagoana.

De acordo com a assessoria de imprensa da SMTT, não haverá fiscalizações voltadas para quem utiliza os serviços da Uber, mas caso seja constatada a irregularidade, o motorista será penalizado.

“Não faremos uma caçada aos motoristas da Uber. Faremos as fiscalizações de forma intensa, juntamente com o apoio da polícia, como sempre fazemos. Porém, caso seja constatado que o motorista está transportando pessoas de modo irregular, ele será punido assim como acontece em vans e ônibus clandestinos”, disse a assessoria

Diferente dos táxis comuns, os veículos que são cadastrados na Uber não possuem nenhum tipo de plotagem ou identificação exterior, somente através do aplicativo “Uber Driver” no celular é que se pode ter a certeza que se trata de um credenciado à empresa. Por conta disso, a SMTT explicou que a abordagem será diferenciada em caso de suspeita de irregularidades.

“Muitas vezes nas fiscalizações abordamos motoristas que dizem que os passageiros são familiares. Sempre fazemos certas perguntas ao motorista e passageiros e quando as respostas não batem fica constatada a irregularidade”, concluiu a assessoria.

Uber em Maceió

O aplicativo começou a operar no dia 6 de outubro. Sexta cidade no Nordeste, Maceió também deve ter protestos por parte dos taxistas, que chegaram tentam barrar a entrada da empresa na cidade. A Câmara de vereadores promulgou uma Lei Municipal que proíbe a circulação dos veículos da empresa. Porém a Uber usa como respaldo a Lei Federal, nº 12587/2012 que estabelece a Política Nacional de Mobilidade Urbana. Segundo a empresa, a missão é oferecer mais uma alternativa prática e confiável de mobilidade para a população.

A tarifa base será de R$2,50, sendo R$1,20 por cada KM mais R$0,14 por minuto, totalizando R$6,00 como preço mínimo. Assim como outros aplicativos para chamar taxi, a Uber também garante a possibilidade do passageiro acompanhar o trajeto até a chegada no ponto inicial, permitindo que o usuário aguarde a chegada do carro em segurança. Além disso, o usuário tem acesso à foto, nome do motorista, modelo e placa do carro.

Postado em 10/10/2016 às 16:02

Por Bruno Levy*

Fonte:

 .