domingo, 12 de abril de 2015

Sou taxista, e Dai !: Justiça brasileira ordena bloqueio do app UBER

Sou taxista, e Dai !: Justiça brasileira ordena bloqueio do app UBER:                                      *Carlos Laia    

 **"Representantes do aplicativo Uber, têm até esta semana para prestar esclarecimentos ao MPF (Ministério Públic...



Desde quarta-feira (08/04) quando os taxistas se uniram em todo Brasil para denunciar a sociedade a arrogância com que um grupo americano esta atuando a margem da lei no Brasil e para cobrar do poder publico que se cumpra a lei 12.468 que proíbe o transporte ilegal de passageiro, o debate em torno do app UBER  tomou os programas de TV, rádio e as mídias sociais, algumas vezes de forma leviana. 

Foi o caso do Jornal Nacional da Rede Globo que em sua reportagem sobre a manifestação fez uma defesa escandalosa do app UBER que atua ilegalmente, o mesmo já foi proibido em vários países.  No Jornal da Band mais uma vez mostraram a reportagem sobre possíveis casos de assédio que passageiras teria sofrido de taxistas que estariam utilizando os dados das mesma que fica gravado nos apps legais.


Na verdade trata-se uma noticia requentada que não mostra os dois lados do assunto, uma vez que os taxistas também são assediados por membros da comunidade GLSBT. Esses casos também foi denunciado aos meios de comunicação e não foi dado a devida atenção até o momento.  No nosso entendimento a reportagem denigre a imagem do bom profissional, uma vez que ressalta a prática totalmente reprovável de uma minoria de maus taxistas num universo de mais de cento e cinquenta mil profissionais em todo Brasil.



 **Leia o texto completo clicando no link abaixo:






Fernando Ferreira